sábado, 26 de maio de 2012

Contínuo

O fio d'água que sem se fragmentar faz barulho ao cair no chão. Que minha vida seja assim: contínua e barulhenta até o fim. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário